Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

Sua marca está preparada para atender a terceira idade?

SAC 2.0 - Publicado em 09 de Fevereiro de 2016

No início da internet comercial, em 2000, apenas 36% das pessoas na faixa de 50 a 65 anos já haviam usado a internet, enquanto em 2012, este número chegou a 85%. E o consumo em tecnologia na terceira idade também cresceu: uma pesquisa da Forrester Research mostra que os gastos com tecnologia de pessoas na faixa dos 50 aos 64 anos, nos Estados Unidos, representaram 40% do mercado de produtos tecnológicos. Já um estudo da consultoria Nielsen aponta que 32% deles têm smartphone e, ao todo, gastam 12% mais em compras online do que a geração de 35 a 46 anos.

Sim, estes dados são dos Estados Unidos, mas há semelhanças com o Brasil. A previsão, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), é de que o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos até 2025, além de ser comprovado que os brasileiros estão vivendo cada dia mais. Em 1990, a expectativa de vida da população brasileira era de 65,3 anos. Hoje, chega a 75,2 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ou seja, com a população mais velha em crescimento, cresce também a preocupação com o atendimento a este público.

Sabendo disso, lá vem o desafio: sua marca está preparada para atender a terceira idade?

Dicas para atender bem a terceira idade:

  • Voz audível

Seja por telefone ou ao vivo, a dica é atender os clientes de faixa etária mais velha com voz em bom tom, checando se está sendo claro.

  • Seja atencioso

Em casos de atendimento ao vivo, a atenção à condição do idoso é um diferencial. Ofereça lugar para sentar, água e se mostre prestativo às suas necessidades.

 

  • Converse

Invista tempo neste atendimento, pois muitos destes consumidores buscam uma boa conversa para que entendam sobre o produto ou serviço, em vez de respostas mais rápidas. Nesta conversa, é provável que seja necessário explicar os benefícios do seu produto e como usá-lo. No caso de serviços, é importante informar preço, duração e horários disponíveis.

  • Busque a fidelização

Aposte em descontos, como vantagens com cartão de fidelidade e atendimento prioritário, visando à fidelização deste público.

 

Leia mais:

>> Ouvidoria como forma de atendimento ao cliente

>> Do telefone ao digital: a mudança de comportamento do consumidor

 

 

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial