Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

Por que mudar, Facebook?

Gestão de Marca - Publicado em 31 de Março de 2015

Não é de hoje que o bafafá da mudança na API do Facebook tá rolando.
Mas, por quê mudar? 

– O Facebook se posiciona como uma empresa de Ads, e conforme suas estratégias de monetização, irão romper o fornecimento dos dados de posts públicos. Prova disso, é a parceria com a DataSift que comercializará estes dados, inicialmente abrangendo apenas Estados Unidos e Reino Unido.

– A DataSift
A empresa não vai entregar ocorrências, mas sim, pesquisas. Exemplo: 34% das pessoas que procuram sapatos são do masculino e falam sobre coturnos. [A DataSift, a princípio, não venderá as ocorrências.]

Aqui tem um post mais detalhado sobre a mudança no monitoramento de Facebook.


Novidades anunciadas no F8:

– Agora o Messenger é uma plataforma e desenvolvedores poderão criar aplicativos que irão funcionar dentro do serviço de mensagens do Facebook.

– A Parse poderá ser utilizada para a internet das coisas. Melhorias na nuvem e mudanças de segurança também foram anunciadas.

– A caixa de comentários para sites terá integração com os perfis do usuário, por algumas reformulações de plug-ins.

– Será possível embedar vídeos em sua página, assim como é feito no YouTube.
[Aqui tem um post que mostra como embedar o vídeo publicado no Facebook em seu site, no item 7.]

– Foi anunciado também a criação do Analytics para aplicativos, com o objetivo de auxiliar os desenvolvedores e entender melhor a necessidade e usabilidade dos usuários.

Conteúdo referente ao F8:  Exame.

 

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial