Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

Passo a passo: saiba como montar um monitoramento para identificar melhorias para produtos ou serviços

Monitoramento - Publicado em 12 de Novembro de 2015

Hoje, no mundo dos negócios, inovar não é mais uma alternativa, é uma obrigação. Empresas que não se adiantam têm pouco tempo para diminuir a diferença estratégica e se reposicionar.

Neste momento, chegamos à pergunta: mas como fazer isso? Na verdade, é simples. Estar à frente não é uma questão de sorte ou adivinhação. Para “prever” o futuro do seu mercado, você precisa apenas analisar e avaliar o que está acontecendo, ou seja, você precisa monitorar.

Observando o que diz seu público-alvo sobre seu nicho de atuação (sobre seus produtos e serviços, mas também sobre os da concorrência) é possível identificar melhorias para suas entregas e até mesmo insights para lançamentos diferenciados.

Acompanhe nosso guia e aprenda como montar um monitoramento com foco na identificação de melhorias e insights:

1

Abra um novo monitoramento e passe pelo Passo 1 sem fazer alterações.

2
Inclua entre os termos de busca todos os produtos e serviços que você deseja acompanhar. Para fazer esse guia, utilizamos como exemplo o mercado de produtos sem glúten. Assim, relacionamos “bolo sem glúten”, “pão sem glúten” e “biscoito sem glúten”.

20151112_artigo aline 1

3
Selecione as mídias nas quais deseja realizar a pesquisa. Se você está iniciando agora seu monitoramento, selecione todas as mídias para verificar qual delas tem um maior número de manifestações dos usuários sobre o tema. Ao longo do tempo, você poderá se focar apenas nos canais que trazem os resultados mais relevantes.

20151112_artigo aline 2

4
Divida as ocorrências para que fique mais fácil analisá-las em relatórios. Para isso, crie tags com diferentes temas. No nosso exemplo, usamos as tags “sabor”, “distribuição”, “validade”, “embalagem”, “receita”, “dúvidas”, “informação”. Assim, ao avaliar cada ocorrência, você já pode classificá-la.

20151112_artigo aline 3

 

5

Quando atingir um volume significativo de ocorrências, será possível realizar diversas análises em seu próprio Dashboard (painel de controle) para tomada de decisão.

No nosso exemplo foi possível observar uma grande procura por receitas sem glúten e reclamações sobre a falta de informação sobre o tema.  Outro ponto bastante levantado é quanto ao sabor dos produtos sem glutén, o que seria uma barreira de consumo tanto para pessoas com intolerância quanto para aqueles que gostariam de consumir esse tipo de produto sem ser obrigados por questões de saúde. Ou seja, já podemos dar indicações para a equipe de marketing e desenvolvimento de produtos.

20151112_artigo aline 4

 

 

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial