Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

Os GIFs como estratégia de conteúdo visual para sua marca

Relacionamento - Publicado em 04 de Fevereiro de 2016

Sabe aquele ditado que diz que “uma imagem vale mais do que mil palavras”? Pode ser clichê, mas é a mais pura verdade. O cérebro humano processa imagens 60 mil vezes mais rápido do que aprende textos, tornando o conteúdo visual essencial para uma presença de marca válida.

E a estratégia de conteúdo visual da sua marca pode ser desenvolvida com GIFs! Os GIFs (pronuncia-se jifs) é uma abreviação para Graphics Interchange Format, que se refere ao formato do arquivo que suporta tanto uma imagem estática quanto imagens em movimento.

De acordo com o Estrategista Criativo Sênior da Buzzfeed, Joe Puglisi, GIFs podem ser uma forma de estratégia para as marcas, pois eles “são um miniveículo para contar histórias, porque capturam emoções e comunicam de forma concisa tudo o que apenas palavras ou fotos, por si só, não podem dizer” – ou seja, é aquele tipo de conteúdo visual que não é estáticos como uma foto nem tão longo quanto vídeos.

Por que usar

Já que parte da população está acostumada a ver GIFs frequentemente em sites de humor ou mídias sociais, por que não incluí-lo na produção de conteúdo da sua marca?

E acompanhar esta febre não quer dizer que você não poderá usar os GIFs de maneira original: faça posts de Facebook e campanhas de marketing ou reserve um espaço no seu blog ou Tumblr para este tipo de informação. A ideia é proporcionar para o consumidor uma experiência mais leve para que, assim, ele aprecie mais seu conteúdo.

GIFs dominando o mundo digital

As plataformas estão, cada vez mais, permitindo que os usuários usem ou criem GIFs. O Google Fotos, serviço de armazenamento na nuvem com ferramenta de edição, permite que os usuários criem uma colagem sequencial com fotos que formará um arquivo do tipo GIF. O Tumblr também oferece esta opção de criação de GIFs: o GIF Maker permite que usuários selecionem qualquer vídeo ou sequência de fotos do rolo da câmera do telefone e converta o conteúdo em GIFs de até três segundos.

Até o Instagram entrou nesta mesma onda: no final do ano passado, lançou o aplicativo Boomerang, que transforma fotos em vídeos animados. A única diferença para um GIF original é que a imagem (ou pequeno vídeo) aparece em looping infinito, ao contrário do GIF que tem início, meio e fim.

Eles dominam o mundo offline também

Lembra do meme John Travolta Confuso? O carioca Rodrigo de Bonis se fantasiou de GIF do Travolta e foi às ruas do Rio. O Carnaval nem começou ainda, mas você pode acompanhar a brincadeira aqui.

 

Ainda tem dúvidas de que sua marca precisa apostar, nem que seja de vez em quando, nos GIFs? 😉

 

Leia mais:

>> 4 alternativas de conteúdo para atrair mais clientes

>> Como o Pinterest pode beneficiar a estratégia digital da sua marca

 

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial