Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

MARKETING DIGITAL: O QUE A GRINGA TEM PRA NOS CONTAR.

Dicas - Publicado em 13 de Julho de 2015

Oi, eu sou a Alana, e nos últimos meses em que morei fora do Brasil tive a oportunidade de observar o universo da comunicação americana. Sim, teve publicidade massiva e de qualidade no SuperBowl; aproveitamento de mídia sempre inovador, como no céu, em prédios, mercados e estações de metrô; e presença digital de marca cada vez mais forte e assertiva. E no país do consumo, o que mais a gente poderia esperar?

Assim como a publicidade em si, o mundo digital não tem limites para os americanos, então fiz uma lista com as 5 tendências de mercado que são o último grito lá fora, vem comigo:

1 – Marketing em tempo real. As empresas continuam a lançar grandes campanhas, recheadas de criatividade como um biscoito Oreo. Mas por causa de uma estrutura inflexível e algumas vezes incapaz de se adaptar as mudanças de comportamento repentinas do consumidor, surge o investimento em marketing de tempo real. A empresa passa a priorizar a comunicação instantânea com seus clientes, por meio das redes sociais, para conseguir feedbacks, resolver dúvidas e divulgar novidades em primeira mão. Aqui a gente encontra também o inbound marketing, onde o foco é gerar conteúdo para despertar o interesse do consumidor, ao invés de comprá-lo.

2 – Im CMO, bitch. Com o supercrescimento digital, cresce também a importância dos departamentos de marketing das empresas. E o mercado passa a valorizar, cada vez mais, os profissionais que conseguem fazer bom uso das ferramentas e serviços disponíveis para analisar e mensurar estratégias digitais, comprovando resultados.

3 – Pense mobile. Estamos vivendo o momento em que dispositivos móveis ultrapassarão o desktop. Já está acontecendo e logo vira estatística. Por isso é fundamental pensar em estratégias para o mundo mobile, assim como a adaptação de sites e qualquer material online.

4 – Conteúdo inteligente. Quando uma empresa aborda seu consumidor de forma personalizada o impacto é muito maior. Sabendo disso, grandes marcas têm investido em identificar melhor as características do seu público alvo, para surpreendê-lo com conteúdo de seu interesse. Sites de e-commerce, por exemplo, já sugerem produtos baseados nos gostos de usuários que retornam. Outro exemplo é o e-mail marketing, que não só pode ser criado de maneira personalizada, mas também inteligente. Porque né, não basta colocar o nome do cliente na linha de assunto… Afinal, quem é que digita o nome de alguém em uma linha de assunto?

5 – Esteja onde o seu consumidor está. Seja em um meio específico, em um local físico ou até em uma ideia. Conhecer profundamente o seu público é o que vai definir o sucesso de suas estratégias. Porque não existe certo ou errado na propaganda, mas o que funciona ou não para o seu cliente.


 

alana-nogueira

Alana Nogueira    
Redatora – Escala, Metra    

 

 

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial