Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

Faça do seu Hobby um novo Business – na internet.

- Publicado em 06 de Julho de 2015

Por Rodrigo O. Pacheco

Ser empreendedor no Brasil é um desafio diário – tanto quanto qualquer outra função profissional neste país. Constantes adaptações, pesquisas de inovação, busca por melhorias internas, gestão de pessoas, gestão de projetos e de custos, e por aí vai. São preocupações diárias de quem assumiu a figura de estar à frente de um negócio próprio que muitas pessoas não estão dispostas a assumir. Em outras palavras, é um desafio muito intenso e de grandes oscilações (seja financeira ou emocional) mas que vale muito a pena.

Vale a pena porque estamos falando de um processo de amadurecimento e desenvolvimento que, direta ou indiretamente, envolve outras pessoas. Acordar todos os dias sabendo que suas contas a pagar, seus recebíveis, seus produtos ou serviços poderão mudar a vida de outras pessoas – e a sua – é sensacional. Essa relação de você proporcionar um ganho próprio por meio de benefícios para as pessoas é a chave do empreendedorismo. Mais do que nunca, entender essa relação é essencial para encarar essa vida de business diário. Até porque, a sua ideia pode ser linda e maravilhosa para você, sua namorada(o) e sua mãe, mas se não mudar a vida de alguém, você estará perdendo o seu tempo.

Dentro desta premissa, podemos cortar alguns caminhos na identificação daquilo que pode se tornar útil para as pessoas. Sabe como? Utilizando o que nós temos de melhor a nossa disposição – a internet. Sim, entendo que a internet é oceano azul de possibilidades e geração de novas ideias ao mesmo tempo em que é um lugar onde a democracia permite todo mundo escrever o que pensa e até escrever o que acha que sabe. Toda essa onda de informação corre o risco de se perder diante da real qualidade e utilidade para você, então tome cuidado. Em todos os casos, procure sempre ser diligente na sua busca por informação e não compre a primeira ideia como se fosse a última tendência sem se preocupar em validar algumas informações.

Mas voltando a parte legal da internet, ano após ano é possível perceber que a internet vem se tornando um grande celeiro de oportunidades e grandes ideias. Muitos pequenos negócios (que tornam-se grandes empresas em pouquíssimo tempo) iniciaram baseando-se nas possibilidades gratuitas e de baixo custo que a internet te permite. Exemplos como a EasyTaxi, um app que permite pessoas se conectarem a taxistas baseado na sua localização, o AirBnB que liga pessoas que estão viajando a pessoas que têm cômodos disponíveis em suas casas para alugar, o próprio Uber, tão polêmico quanto útil para a correria do dia a dia permitindo que pessoas que têm seu carro livre possam se conectar com outras que precisam se locomover sem, necessariamente, pagar um alto custo por isso em comparação a serviços já existentes, como o táxi.

Não importa se são novos modelos de negócios ou não, mas o importante é entender que a necessidade das pessoas pode ser atendida por meio de inovações (tecnológicas ou não) iniciadas pela internet.  Sendo assim, a facilidade na manutenção e análise das informações que nós mesmos podemos gerar na grande rede nos possibilita uma vasta possibilidade de gerar novos insights e conseguir novos direcionamentos.

Exemplos de plataformas online para o seu negócio

Plataformas que te permite enviar e-mails para uma lista de até 2mil contatos gratuitos, como o Mailchimp. Opções para você criar seu próprio site gratuitamente ou por um preço muito mais baixo, como o WordPress.org, Strikingly.com ou Getbootstrap.com. Bancos de imagens em HD para as suas publicações e peças de comunicação, como Unsplash.com, CoffeTravelBook.com, Barnimages.com ou Image.superfamous.com. Formulários web para captação de informações de pesquisa, como o Typeform.com, Wufoo.com ou o próprio Google Docs. Sem falar das redes sociais, como o inseparável Facebook, o queridinho de todos, Pinterest, o preferido para fotografias Instagram e outros não tão badalados ultimamente, como o Twitter e Tumblr.

Só até aqui você já consegue ter uma boa ideia de posicionamento online para a sua marca. Eu mesmo já utilizei todas elas para trabalhar no meu pequeno negócio – a isCOOL, uma plataforma de educação presencial que permite pessoas ensinarem o que sabem para pessoas que querem aprender fornecendo recursos para que essa relação aconteça. Desde o site até a forma de comunicar na internet. O logo, imagem e identidade visual. Tudo foi baseado nestas ferramentas apresentadas acima.

Independentemente do que você quer oferecer para as pessoas, lembre-se que são apenas ferramentas e formas para você dar os seus passos iniciais no intuito de você não se limite a grandes orçamentos e recursos muitos sofisticados para utilizar no seu micronegócio. Com o passar do tempo, busque um especialista ou empresas profissionais do ramo para dar uma turbinada na sua marca na internet e conquiste o seu mercado.


 

rodrigo-oneda-pacheco
Rodrigo Oneda Pacheco    
Fundador da isCOOL    

 

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial