Seekr Blog

A Seekr, assim como você, ama ficar ligada nas principais tendências das
redes sociais e aqui você encontra conteúdos sobre
relacionamento, monitoramento e atendimento nas mídias sociais.

5 dicas para iniciar um monitoramento de Redes Sociais

Monitoramento - Publicado em 05 de Março de 2015

Se você está iniciando um trabalho de monitoramento nas redes sociais e precisa de algumas dicas para começar, se liga no material que preparamos para você!

monitorar_midias_sociais

Independente das informações que você queira buscar em seu monitoramento, podendo ser a própria marca, produtos, concorrentes ou pesquisa de mercado, é preciso seguir alguns passos para uma pesquisa de sucesso com resultados consistentes e qualificados. Por exemplo:

 

  1. Defina seus termos de busca

Este é o primeiro passo a ser definido ao criar um monitoramento nas redes sociais. A escolha dos termos varia de acordo com a estratégia da sua pesquisa e é ela que fará o primeiro filtro nos seus resultados.

 

No caso de uma análise de concorrência, por exemplo, lembre de utilizar além dos nomes dos principais players do seu mercado, as hashtags que eles utilizam e suas contas nas redes sociais. É valido lembrar de utilizar aspas no caso de marcas e/ou termos compostos.

 

  1. Escolha as mídias sociais

A escolha das mídias sociais que serão monitoradas é mais um passo importante da criação de um monitoramento. Além da busca pelo feed das redes sociais mais comuns é válido adicionar, por exemplo, as páginas que você ache interessante acompanhar.

Assim é possível visualizar todas as interações públicas de usuários com as marcas. Mais uma opção, é também adicionar grupos, feeds de RSS, entre outras.

 

  1. Trabalhe com filtros

Após criar o seu monitoramento, a utilização de filtros pode ajudar a buscar informações específicas dentro da sua busca. Você pode, por exemplo, filtrar uma data para acompanhar a repercussão de uma campanha realizada pela sua marca ou um dos seus concorrentes.

Ainda nos filtros, é possível buscar informações por palavra-chave, mídias sociais, nome de usuários, entre outros dados.

 

  1. Utilize tags e categorias

Com a sua pesquisa rodando de forma otimizada, é interessante utilizar Tags para categorizar as informações buscadas na sua pesquisa.

Com elas, é possível separar as menções por temas mais comentados pelos usuários, identificar oportunidades de mercado e comparar as informações em seus relatórios. Por exemplo: Reclamação, Atendimento, Produto, etc.

 

  1. Defina suas métricas

Para acompanhar os resultados do seu monitoramento em tempo real ou na periodicidade que você preferir, é importante pré definir algumas perguntas que você queira responder com os dados dos seus relatórios. Aqui vão alguns exemplos:

  • Qual foi o número de pessoas possivelmente impactadas pelas menções sobre a minha marca nas redes sociais?
  • Em relação aos usuários, qual a localização com maior número de pessoas comentando sobre a minha marca?
  • Quem são os usuários que mais falam sobre a minha marca e os que tem maior credibilidade?
  • Qual é o horário que mais mencionam a minha marca e/ou meus concorrentes nas redes sociais?
  • Quais são as palavras mais utilizadas pelos usuários ao mencionarem minha marca? E meus concorrentes?

 

    Comentários

    Responder

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

E aí, pronto para começar?

Insira seu e-mail comercial